< Miradouro da alma

14 junho 2006




Olham os poetas as crianças das vielas
mas não pedem cançonetas
mas não pedem baladas
o que elas pedem é que gritemos por elas
as crianças sem livros
sem ternura sem janelas
as crianças dos versos
que são como pedradas.


Sidónio Muralha
in "Os Olhos das Crianças"

0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home