< Miradouro da alma

05 maio 2006



"O presente puro é o progresso contínuo do passado que morde o futuro. Na verdade, todas as sensações são já memória."

Haruki Murakami - "Kafka à beira-mar"

0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home