< Miradouro da alma: As primeiras chuvas

23 março 2006



As primeiras chuvas


As primeiras chuvas estavam tão perto
de ser música
que esquecemos que o verão acabara:
uma súbita alegria,
súbita e bárbara, subia e coroava
a terra de água,
e Deus, que tanto demorara,
ardia no coração da palavra.

0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home