< Miradouro da alma: Sobre a polémica relativa aos cartoons de Maomé

10 fevereiro 2006



Sobre a polémica relativa aos cartoons de Maomé


Repugna-me toda esta discussão em torno da liberdade de expressão quando o que está em causa na verdade é a ofensa gratuita. A liberdade de expressão deve sempre esbarrar no respeito mútuo independentemente de raça, credo religioso, crença política, cor de pele ou pura e simplesmente de opinião. Que me desculpem os puristas do absolutismo da liberdade de expressão (e eu defendo completamente que exista a liberdade de expressão pois é um dos principais pilares do nosso existir social) mas não posso aceitar que em nome de uma pretensa liberdade de expressão possamos ofender tudo e todos tendo meramente por base a irracionalidade mais básica da falta de respeito. São vários os exemplos tristes, com que a história nos presenteia, do não respeito mútuo; só a título de exemplo: inquisição, movimento nazi, revolução cultural chinesa, movimento taliban. Os resultados são mais do que conhecidos e vendo bem todos estes processos acabam no seu desenvolvimento por se associarem posteriormente à falta de liberdade de expressão.
Ignorância só alimenta ignorância, tal como o radicalismo de uns é a base do radicalismo de outros. O respeito e a tolerância pelos outros são os melhores fundamentos para que possamos exercer sãmente esse direito que tanto preso e que se chama liberdade de expressão.


2 Comentários:

Blogger textura escreveu...

Concordo absolutamente com o que dizes. O que é da liberdade sem responsabilidade? Se queremos simbolizar valores como a tolerância, democracia e respeito pelas referências culturais alheias temos de conhecer os limites da razoablidade. Como disse o Saramago, não se trata de comprometer a liberdade de expressão, mas de SENSO COMUM.
Por exemplo, não cabe na cabeça de ninguém fazer humor negro com pedófilos e criancinhas. Uma questão de respeito pelos sentimentos do próximo.

10 fevereiro, 2006 14:29  
Blogger Morpheu escreveu...

Agradeço a tua opinião.
Acho que tu conseguiste resumir no termo SENSO o conjunto do que eu pretendia dizer: o que muita gente parece precisar neste mundo, de parte a parte, é BOM SENSO, bom senso e respeito.

13 fevereiro, 2006 12:42  

Enviar um comentário

<< Home