< Miradouro da alma: Na intimidade das cores impossíveis

14 fevereiro 2006



Na intimidade das cores impossíveis




Praga


Cada minuto é apenas um momento musical, sem memória..
E a saudade não vem de longe, é como uma cor outonal na paisagem e muda como um poente...Não há futuro. Tudo é paisagem para os nossos olhos calmos e líricos. Sentimos a intimidade das coisas
impossíveis.


Cristovam Pavia



0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home